25/04/2022

25 DE ABRIL, - DIA DA LIBERDADE

 





Abril

Havia uma lua de prata e sangue
em cada mão.

Era Abril.

Havia um vento
que empurrava o nosso olhar
e um momento de água clara a escorrer
pelo rosto das mães cansadas.

Era Abril
que descia aos tropeções
pelas ladeiras da cidade.

Abril
tingindo de perfume os hospitais
e colando um verso branco em cada farda.

Era Abril
o mês imprescindível que trazia
um sonho de bagos de romã
e o ar
a saber a framboesas.

Abril
um mês de flores concretas
colocadas na espoleta do desejo
flores pesadas de seiva e cânticos azuis
um mês de flores
um mês.

Havia barcos a voltar
de parte nenhuma
em Abril
e homens que escavavam a terra
em busca da vertical.

Ardiam as palavras
Nesse mês
e foram vistos
dicionários a voar
e mulheres que se despiam abraçando
a pele das oliveiras.

Era Abril que veio e que partiu.

Abril
a deixar sementes prateadas
germinando longamente
no olhar dos meninos por haver.


José Fanha, Lisboa, Portugal
(Do livro  "Tempo azul")

17/04/2022

13/04/2022

PERDIDA NO OUTONO

 

 Em pleno outono, perdi-me  por este jardim
 Reparem nos tons
 Os verdes misturam-se com os castanhos típicos da época
 Não é grande. Mas é muito bonito.
 mais um recanto
 Aqui, um poço antigo.
 Uma chaminé entre a folhagem.
 Ao fundo uma torre de igreja

 A grade de ferro destoa um bocadinho. 
E eis-me descansando um pouco


Jardim da Casa-Museu Passos Canavarro em Santarém, um local cheio de história.






26/03/2022

E EIS UM NOVO DESAFIO SOLUÇÃO


Eu estava no Miradouro das Portas do Sol, em frente à Cerca Velha, com as escadinhas da Rua Norberto de Araújo no meio, no bairro de  Alfama.


Parabéns, todas acertaram



E eis um novo desafio, desta vez apenas uma foto.

1º Em que cidade tirei esta foto.

2º E em que sítio da cidade.


SAÚDE, PAZ E BOM DOMINGO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...