31/08/2021

ZANZANDO POR LAGOS - "A CIDADE DOS SONHOS E DOS SEGREDOS"

Uma das torres da Igreja de Santo António, cuja construção inicial data de 1707. Destruída pelo sismo de 1755 (Lagos foi uma das cidades que mais sofreu com este sismo) foi reconstruída 14 anos mais tarde. Em 1823 foi construída a torre do relógio e 109 anos mais tarde foi criado o Museu Municipal de Lagos  na antiga sacristia sul. Segundo a história, foi aqui que se rezou a missa antes da partida para a India. Nesse tempo não existia a grande Avenida das descobertas. Toda essa zona foi roubada ao mar e a Avenida foi inaugurada apenas em 1960.
D. Sebastião, o Rei-Menino, obra do saudoso João Cutileiro que durante alguns anos viveu em Lagos  criando as suas obras na Igreja do antigo Convento das freiras. A estátua de D. Sebastião, situa-se na Praça Gil Eanes e foi inaugurada em 1973. Diz-se que para o rosto do rei o artista se terá inspirado no rosto do seu filho na altura com 16 anos, mas não sei até que ponto isto é verdade.

A fonte das oito bicas. Obra em calcário da autoria de Rui Paula. Representa a antiga Fonte Manuelina que no Século XVI abastecia a população.
Painel policromático em cerâmica, com 30m2, executado em placas de 20x30cm, sendo a separação das cores dos vidrados obtida por isolamentos a cera.
Uma réplica da caravela Esperança, tal como podem ver na explicação abaixo.

O arco de S. Gonçalo nas muralhas do Castelo dos Governadores . Segundo a placa informativa terá sido ali que o Santo nasceu em 1360. Na janela se pode observar um pequeno altar com a imagem 

Localizada no cimo da Avenida dos Descobrimentos, perto do local panorâmico conhecido por Chão Queimado, encontra-se o monumento a São Gonçalo, padroeiro da cidade, da autoria do artista lacobrigense Tolentino Abegoaria.
Aqui é a chamada Casinha das águas. Entre ela e as muralhas, existiam bebedouros para os animais.
Na casa ao lado da qual se vê uma janela, nasceu o meu maisquetudo em Abril de 1943.Toda a zona para lá das muralhas é de construção relativamente recente, não lembro bem mas quando eu comecei a ir para Lagos há 52 anos não existia nada mais que campo e uma ou outra casa.
O mesmo arco de muralha mas visto do lado da cidade nova para a velha.
O Castelo dos governadores. Não se conhece a data da sua edificação mas sabe-se que sofreu várias obras e remodelações até ao século XVII. Infelizmente foi quase totalmente destruído com o terramoto e maremoto de 1755.

Espaço Ciência viva
Da autoria de Xana, este monumento foi concebido para homenagear os navegadores lacobrigenses que, com determinação e impulsionados pelo Infante D. Henrique, iniciaram no Século XV as viagens de descobrimento.
Igreja de Santa Maria em primeiro plano. Ao fundo a já citada igreja de Santo António.
Altar da Igreja de Santa Maria.
Monumento que presta homenagem à participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial.

 Monumento em bronze evocativo ao Herói da Revolução dos Cravos inaugurado em 25 de Abril de 2004. Localizado na Praceta Salgueiro Maia (junto ao Edifício das Finanças). Da autoria de Jorge Coelho.

Da autoria de Jorge Mealha, foi inaugurado no dia 10 de Junho de 1996 pelo Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio. Neste ano Lagos foi palco das comemorações nacionais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Localizado na Avenida dos Descobrimentos, perto do Forte Ponta da Bandeira.

O brasão de Lagos. Obra em calcário representando a Heráldica Municipal de Lagos, constituída por um pano de muralha com duas torres, encimadas pelas Armas do Infante D. Henrique. Da autoria do lacobrigense José Arvelos, está situado no Jardim da Constituição.
Localizada na Praça Infante D. Henrique, antiga Praça da República/ da Constituição/ do Município/ do Pelourinho/ dos Touros, foi inaugurada em 1960. De autoria do escultor Leopoldo de Almeida, constitui uma obra de arte que imortaliza a figura do Infante e a sua estadia em Lagos durante os descobrimentos.
Ao fundo o Forte Ponta da Bandeira.
Construído no século XVII o Forte da Ponta da Bandeira, ou Forte Pau da Bandeira, ou Forte de Nossa Senhora da Penha de França ou Forte do Registo é uma antiga estrutura militar muito importante na defesa da cidade.


Este mobile, da autoria de Paulo d’Eça Leal, é constituído por uma esfera de 3,15m de diâmetro ligada a uma chapa. No meio das duas peças existe um eixo que permite a oscilação da esfera ao sabor do vento que empurra a chapa. O suporte é uma estrutura

 cúbica metálica. Segundo o autor significa o tempo que o homem vive na terra. Fica numa rotunda que só os senhores do município saberão como se chama mas toda a gente lhe chama a rotunda da bola.

 Localizada no Jardim da Constituição, esta estátua de Gil Eanes é da autoria de Canto da Maia é uma homenagem ao lacobrigense, escudeiro do Infante D. Henrique, que em 1434 dobrou o Cabo Bojador.

Fotos minhas.
Texto misto. Meu e do Município de Lagos.

11 comentários:

  1. Bela publicação. Gostei das fotos e das descrições. O meu elogio.
    .
    Feliz fim-de-semana
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  2. Boa noite de sábado, querida amiga Elvira!
    Gosto de arcos, a réplica da caravela é muito interessante.
    Você relata detalhes relevantes na descrição.
    Muito bom andar por aí através de você.
    Esteja bem, querida!
    Tenha um domingo abençoado!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  3. Lindas fotos e passeio tão bem explicado! Adorei! beijos, chica

    ResponderEliminar
  4. Buen sitio para conocer. Ne ha encantado el paseo que has dado, por esta ciudad.

    Besos

    ResponderEliminar
  5. Bonitas fotos Elvira sobre esta cidade algarvia !!!

    ResponderEliminar
  6. Nunca visitei Lagos, daí que tenha gostado muito das suas imagens e explicações.
    Boa semana.
    Abraço e saúde.

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de Lagos, do seu mercado, da sua zona ribeirinha e sobretudo das suas praias.
    Bela reportagem.

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Elvira,
    Gosto imenso de Lagos e adorei passear por lá através das suas magníficas fotos!
    Um beijinho e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  9. Fotos bonitas, Elvira, faço ideia do seu lindo passeio.
    Bjs e um Setembro cheio do amor e providências de Deus.

    ResponderEliminar
  10. Conheço muito bem Lagos, cidade onde passei férias maravilhosas com o meu falecido marido e, depois de ele partir, com os filhos e netos.
    A sua reportagem está excelente.

    Votos de um feliz Setembro.

    Desejo uma boa semana.
    Abraço
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar

ESTE ESPAÇO É MUITO ESPECIAL. POR FAVOR TORNE-O MAIS ESPECIAL DEIXANDO A SUA OPINIÃO. BOA OU MÁ NÃO IMPORTA. SÓ COM ELA EU POSSO MELHORAR.

ESTE BLOGUE NÃO OFERECE NEM ACEITA SELOS. AGRADEÇO O VOSSO CARINHO E A VOSSA COMPREENSÃO.

MUITO OBRIGADA E VOLTEM SEMPRE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...