18/03/2017

CASA BOCAGE

 Não podia partir de Setúbal sem visitar a casa Bocage. Este espaço museológico tem, em exposição permanente, peças de arte e livros do Museu de Setúbal/Convento de Jesus e documentos da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal que retratam a figura e obra de Bocage, nascido em Setúbal em 1765.
Em complemento, existe a cenografia de uma sala com uma figura de Bocage.
No primeiro andar, está instalado um Centro de Documentação Bocagiano, ligado, pela internet, a bibliotecas e centros de estudo. No edifício funciona também o Arquivo Fotográfico Américo Ribeiro.

 Uma gravura de Setúbal, na época do poeta
 Foi Bocage um homem muito viajado
 Fragmentos de poemas 







 Este quadro retrata Bocage e as musas. Segundo me foi dito, este quadro do pintor setubalense Fernando dos Santos, seria originalmente igual à reprodução fotográfica em baixo. 
Acontece que o quadro terá sido considerado imoral, porque uma das musas estava algemada e totalmente exposta, e porque a moral da época achou que uma obra que retratava uma orgia, não podia ser considerada arte,  pelo que a obra foi retirada de exposição e guardada por longos anos numa armazém da câmara. Nos anos 50, houve um movimento para recuperar a obra que se encontrava muito degradada, mas foi pedido ao pintor que em vez de sugerir uma orgia, deveria sugerir um quadro cênico de um bailado, pelo que o pintor terá feito a reprodução fotográfica do original e recuperado a obra como se vê. A musa virou bailarina, e as expressões de êxtase, foram substituídas, por outras mais 
artísticas.
Ampliando as fotos pode ver-se as diferenças.
















8 comentários:

  1. Nunca visitei, nem sabia que existia!
    Quando for a Setúbal vou ter muito por onde andar, além de comer uns chocos fritos...

    ResponderEliminar
  2. Olá, estimada Elvira!

    Como gosta esta senhora de conhecer e saber!
    Há mto tempo k não vou a Setúbal, cidade mto interessante e cheia de História.
    Gostei da sequência de fotografias apresentadas e da história, k já conhecia, da pose da musa. Enfim, algemada, não me apraz, mas o restante não vejo qualquer mal, mas como musa, tudo consegue modificar, até as mentalidades.

    Beijos para todos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre a aprender não é verdade amiga?
      Abraço

      Eliminar
  3. Boa tarde, excelente fotorreportagem com belas fotos sobre a casa Bocage, a sugestão é perfeita para visitar a saber mais sobre o poeta.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes não se vão ver as coisas porque se desconhece a sua existência.
      Abraço

      Eliminar
  4. Olá, Elvira, como vai? Interessante sua mostra... fique pensando na releitura que fizeram no quadro que retrata Bocage quando restauraram, será que não descarateriza a obra original do autor?
    Gosto muito de vir aqui e conhecer melhor a cultura e a arte de Portugal.
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem restaurou o quadro foi quem o tinha pintado o Pintor Fernando dos Santos, que na época ainda era vivo.
      Ele foi obrigado pelo regime, a modificar tanto quanto possível a obra, e por isso ele fez a foto da pintura original.
      Um abraço

      Eliminar

ESTE ESPAÇO É MUITO ESPECIAL. POR FAVOR TORNE-O MAIS ESPECIAL DEIXANDO A SUA OPINIÃO. BOA OU MÁ NÃO IMPORTA. SÓ COM ELA EU POSSO MELHORAR.

ESTE BLOGUE NÃO OFERECE NEM ACEITA SELOS. AGRADEÇO O VOSSO CARINHO E A VOSSA COMPREENSÃO.

MUITO OBRIGADA E VOLTEM SEMPRE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...