25/03/2017

AMADEO DE SOUZA CARDOZO

Esteve recentemente em Lisboa uma exposição sobre este extraordinário pintor que apesar de ter vivido tão poucos anos, chegou a um lugar cimeiro na pintura mundial.  Deixo-vos com uma pequena amostra, para quem não teve oportunidade de ver. Espero que gostem.


































Para quem estiver interessado em saber mais sobre este extraordinário pintor português, aconselho um documentário passado em tempos na RTP2
https://youtu.be/t6oCn2tcamw

28 comentários:

  1. Quando da nossa visita a Amarante, a sua terra Natal, era de Manhufe, tivemos a oportunidade de visitar o museu ali existente com o seu nome. A exposição é muito amplia mas sem deixar ver na sua totalidade a grandeza deste enorme artista.
    Viveu uma época difícil, as guerras não ajudam à arte.
    Foi amigo dos Delaunay com quem esteve uma temporada em Vila do Conde.
    Durante algún tempo segui a este artista que, morrendo tão novo, mesmo assim deixou a sua marca de grande pintor.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei amigo. Mas eu nunca lá estive e do percurso dele conhecia muito pouco.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Muito interessante,Elvira e mais um belo compartilhamento! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Bem haja por partilhar a vista e a reportagem. Muito elucidativa. Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha-lhe prometido que o faria, amiga.
      Um abraço

      Eliminar
  4. Olá, estimada Elvira!

    Minhoto dos "sete costados", embora em determinada altura da sua vida fosse para Paris (ainda não entendi o motivo ou motivos da atração k artistas, políticos e afins sentem por esta cidade, ou talvez já tenha percebido. É a Pátria da Liberdade, da Fraternidade e da Igualdade e como costumo dizer, até os sem-abrigo, têm nível), Amadeo de Souza-Cardoso pertenceu à geração dos pintores modernistas, portanto, daquele k queriam e fizeram algo de diferente, de "revolucionário" para a época, daí que ele fosse à Feira da Ladra comprar objetos um tanto esquisitos, invulgares e sobretudo africanos para depois neles se inspirar.

    A Elvira sente alguma dificuldade em interpretar, comentar poesia e eu sinto o mesmo em relação à pintura, mas sei dizer: gosto ou não gosto. Eu aprecio pintura, Arte k se entenda, k eu veja e saiba o k é. Uma pintura, representando uma paisagem, vamos imaginar. Ora, eu olho o quadro, a pintura e sei dizer se gosto ou não gosto, pke o entendi e sei k se trata de uma paisagem. E não venham os especialistas, os analistas em Arte, dizerem-me que não é propriamente uma paisagem, mas uma explosão natura do estado de espírito do pintor, k até pode ter sido isso, mas "ora, abóboras", mas eu tenho é de perceber aquilo que estou vendo. Pode ser cubista, modernista, futurista, mas pra mim, o importante é saber o que representa e se gosto ou não.

    Amadeo de Souza-Cardoso teve uma fase na sua arte em que se dedicava a fazer pinturas de aninais, faisões, cavalos, etc., mas mais tarde, virou-se para os motivos campestres, qdo regressou à sua terra natal. É o chamado e normal regresso às origens.

    Morreu novo, com 30 anos, de Gripe Espanhola, embora antes tivesse tido problemas do foro psiquiátrico, como isolamento e distanciamento das pessoas, dos amigos, o k não foi entendido pelos demais, mas bipolaridade, não se falava na época.

    Durante muitos anos, e tal como afirma, pouco ou nada se falou deste pintor, que era monárquico, e que só na década de 80 o seu nome e obra tiveram "uma luz ao fundo do túnel".

    Não gosto da 1ª fase da sua pintura, ao contrário da 2ª, que mto aprecio.

    Agradeço a divulgação e partilha deste autor e obra.

    Beijos e bom fim de semana, k é coisa que não está, embora haja sol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem Céu, eu também gosto muito de pintura. E também me acontece um pouco isso. Porém estas telas futuristas, cubistas e outros istas mais, são um desafio para quem as vê. já me aconteceu ver uma e para mim aquilo significava uma coisa e era tão evidente. Acontece que a explicação da guia não tinha nada a ver com aquilo que eu "via" nela.
      A Nita com quatro anos, pegou num pincel e traçou por ali umas linhas e borrões coloridos. Cada pessoa da família olhou. Para eles eram só traços e borrões, eu vi ali uma caçada. E é tão evidente
      para mim, que me parece impossível os outros não verem.
      Um abraço

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por divulgar Elvira.

    Gosto do uso da cor e dos motivos geométricos que A.S.C. "usava e abusava".
    Mas eu gostava de saber mais sobre pintura para saber entender o que os olhos veêm... e conseguir identificar cada obra pelo seu estilo e ligá-la ao seu autor.

    Um beijinho nesta tarde ventosa
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois amiga eu também não sei. Mas isso não implica que se goste ou não do que se vê.
      Abraço

      Eliminar
  7. Um dos maiores pintores do Séc. XX e há quem o considere O Maior !!! ... Sem duvida !
    Um post muito completo e ainda com o anexo do vídeo que é imprescindível ser visto !
    Aconselho clicarem numa das fotos e seguir o post pelas imagens em ponto grande !

    Obrigado, Elvira ! Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O vídeo é demorado, e o mundo anda cheio de pressa. Mas pu-lo aí porque pode interessar a alguém até por uma questão de estudo.
      Um abraço

      Eliminar
  8. ¡Extraordinario pintor, estimada Elvira!
    Te agradezco haberme alertado acerca de la publicación.
    Muy feliz fin de semana, te deseo a ti y familia.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  9. Como fez o Eça também este foi para Paris. Por isso é que eu não sabia nada a seu respeito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não? Já depois de ter feito exito em Paris ele esteve desde 1914 até à sua morte em 1918 com a gripe Espanhola em Portugal.
      Abraço

      Eliminar
  10. Obrigada Elvira
    pela visita ao meu blogue
    e os comentários que deixou.

    Peço desculpas pela minha ausência, mas...
    na realidade não estou bem
    não tenho disposição nem para o meu blog
    nem para visitar os dos amigos

    Espero que esta fase passe rápido.

    Obrigada pela partilha das imagens da exposição.
    Desejo-lhe uma boa semana.
    Beijinho da Tulipa

    ResponderEliminar
  11. Um dos meus ídolos na pintura, gosto muito da forma vanguardista das suas obras, um pintor muito à frente do seu tempo e portanto incompreendido.

    Um beijinho grato por esta partilha.

    O Toque do coração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, se não lhe foi possível ver a exposição em Lisboa ela vai estar aqui no Barreiro a partir de 31 de Março
      Um abraço e uma boa semana

      Eliminar
  12. Sei dúvida um trabalho muito interessante sobre o Amadeo de Souza Cardozo ! Obrigado Elvira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou Ricardo.
      Obrigado pela visita.
      Um abraço

      Eliminar
  13. É uma pena, realmente. Que ele tenha falecido tão cedo. Mas também existe outra ironia. É que se tal não tivesse acontecido, provavelmente hoje em dia estaria esquecido, por muitos e muitos bons trabalhos que nos tivesse deixado. Há uma certa predilecção social para elevar à categoria de herói ou celebridade todos aqueles que, fazendo algo, morrem cedo.

    Abraços, elvira!

    ResponderEliminar
  14. Adorava ter ido ver esta exposição... mas não se proporcionou... Grata por esta maravilhosa partilha, Elvira!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar

ESTE ESPAÇO É MUITO ESPECIAL. POR FAVOR TORNE-O MAIS ESPECIAL DEIXANDO A SUA OPINIÃO. BOA OU MÁ NÃO IMPORTA. SÓ COM ELA EU POSSO MELHORAR.

ESTE BLOGUE NÃO OFERECE NEM ACEITA SELOS. AGRADEÇO O VOSSO CARINHO E A VOSSA COMPREENSÃO.

MUITO OBRIGADA E VOLTEM SEMPRE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...