25/05/2020

VILA VIÇOSA - DONA CATARINA DE BRAGANÇA



Antes de sair do Paço Ducal, e mostrar um pouco mais do que vi em Vila Viçosa, vou falar-vos de alguns factos que talvez não sejam novidade para vós mas que eu desconhecia e nos foi dito pelo guia na visita ao palácio.

Vou falar da Infanta, Dona Catarina de Bragança, filha do rei  D. João IV de Portugal, o fidalgo da casa de Bragança, que Restaurou a Independência de Portugal, acabando com o domínio dos espanhóis, que como sabem nos governaram durante 60 anos, e que por esse facto, viria ser aclamado Rei de Portugal e do Algarve, e que viria a iniciar a quarta dinastia que terminaria em 1910, com a Implementação da República. Mas não é dele que vou falar e sim da sua filha Dona Catarina de Bragança, que se casou com o Rei D. Carlos II de Inglaterra.
O que nos disseram é que Dona Catarina, tinha recebido uma educação esmerada, era uma mulher muito culta e foi a esta rainha (que na verdade nunca foi coroada como tal, por ser católica, e também por não dar descendência ao rei) que mudou a vida dos ingleses.
Foi ela que introduziu em Inglaterra, o uso dos talheres. Até à sua chegada, os ingleses, incluindo nobres e o próprio rei, comiam com a mão, usando o polegar, indicador e dedo médio para introduzir a comida na boca. É claro que eles já conheciam o garfo, mas este era apenas usado na cozinha para trinchar a carne. Dona Catarina estava habituada a usá-lo e ao fazê-lo em breve era imitada por todos. Primeiro pela corte, depois pelo próprio povo. Também nos disseram que o célebre  "five o clock tea" o chá das cinco que eu sempre pensei que era de origem inglesa, foi um costume introduzido na corte por esta rainha. Segundo o guia, a rainha teria sido informada que o rei se encontrava com as suas aventuras por volta dessa hora, pelo que Dona Catarina passou a organizar um chá a essa hora a que teriam de comparecer todas as damas da nobreza, inviabilizando assim os encontros clandestinos. Também o uso do chá, já era conhecido em Inglaterra que o compravam aos holandeses, como uma panaceia para todas as doenças. Dona Catarina porém deu-lhe o uso social.  A partir dessa época passou a ser visto como um ato de cultura, e educação. Daí nasceu a tal expressão para designar as pessoas rudes, ou mal criadas como tendo falta de chá. Mais diz-se que o próprio nome que os ingleses dão ao chá, foi de Portugal. Parece que a rainha só bebia chá que lhe era enviado de Portugal. O chá que o país trazia do oriente e lhe era enviado em caixas nas quais eram inscritas as palavras Transporte Ervas Aromáticas. O sentido prático dos ingleses utilizou apenas as iniciais TEA.
Dona Catarina terá introduzido também as compotas, o tabaco, as caixinhas de rapé, os pratos de porcelana, os ingleses usavam-nos de ouro ou prata, que não eram nada higiénicos. Ou seja Dona Catarina, levou a civilização para Inglaterra.



7 comentários:

  1. É verdade Elvira. A 'nossa' Dona Catarina de Bragança, pôs aquela gente toda em sentido. Devagar, mas com firmeza.
    Quando a Elvira, estiver melhor e se quiser, leia "Catarina de Bragança", de Isabel Stilwell. Está lá tudo e muito bem escrito.

    Adorei ter colocado este interregno com toda a informação. É importante o conhecimento e a Elvira, dá um grande contributo.

    Um abraço :)

    ResponderEliminar
  2. Olá Elvira,
    também tenho lido algumas coisas sobre essa mulher que foi ocupar o lugar do trono inglês ao lado de Carlos II, com muita dignidade,

    ResponderEliminar
  3. Não fazia ideia destas reformas inovadoras da princesa portuguesa, na corte inglesa... E gostei de saber...
    Dias bons.
    Abraço
    ~~~

    ResponderEliminar
  4. GRANDE Catarina. Mostrou que Portugal era um País muito mais civilizado que Inglaterra...Era...
    .
    Cumprimentos
    Cuide-se

    ResponderEliminar
  5. OLÁ ELVIRA

    pois já tinha ouvi dizer qualquer coisa sobre
    Dona Catarina de Bragança por Inglaterra
    inclusivamente já tinha lido:

    Como uma rainha portuguesa criou a obsessão britânica com o chá
    E por mais que faça parte do senso comum a noção de que os ocidentais devem agradecer à China pelo cultivo da bebida, é muito menos conhecida a história que inspirou a sua popularidade na Inglaterra - particularmente uma mulher portuguesa.

    Pense nisso na próxima vez em que você estiver bebericando uma delicada xícara de chá.

    obrigada pela partilha

    Por aqui
    http://pensamentosimagens.blogspot.com/
     
    http://momentos-perfeitos.blogspot.com/ 

    Cuide-se
    bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Gosto imenso de história e fiquei encantada com o que li sobre D. Catarina, uma mulher inteligente e muito à frente no seu tempo.

    Abraço Elvira

    ResponderEliminar
  7. Olá, Elvira, mas essa do Chá das Cinco eu também pensava que fosse algo da Inglaterra, até hoje! E olha o motivo desse Chá das Cinco!!! rsss boa, mulher esperta.
    E essa dos ingleses comerem com as mãos...e foi Dona Catarina de Bragança que salvou a situação da Inglaterra... Outra para o meu caderninho.
    Gostei muito de saber dessa aula de etiqueta portuguesa.
    Beijinho, Elvira, realmente não vi seu outro e-mail! Adoro saber. Faz tempo que não venho a esse blog, vou colocá-lo na coluna do meu blog, foi esse o problema de minha ausência aqui. Agora aparecerá suas postagens.

    ResponderEliminar

ESTE ESPAÇO É MUITO ESPECIAL. POR FAVOR TORNE-O MAIS ESPECIAL DEIXANDO A SUA OPINIÃO. BOA OU MÁ NÃO IMPORTA. SÓ COM ELA EU POSSO MELHORAR.

ESTE BLOGUE NÃO OFERECE NEM ACEITA SELOS. AGRADEÇO O VOSSO CARINHO E A VOSSA COMPREENSÃO.

MUITO OBRIGADA E VOLTEM SEMPRE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...