22/09/2019

ALCÁCER DO SAL - UMA DAS CIDADES MAIS ANTIGAS DA EUROPA


Alcácer do Sal, faz parte das cidades mais antigas da Europa. Provas arqueológicas afirmam-no. Era um porto importante no tempo dos fenícios, que aqui comercializavam e exportavam principalmente o sal, peixe salgado e cavalos. Para isso contribuiu o facto de nessa época o rio ser navegável até aqui. A cidade reflecte-se no rio, como se estivesse sempre a mirar-se nele. Lá em cima, o Castelo, que inicialmente o foi, ( hoje só conserva as muralhas e as torres,) depois foi um convento, e agora é a Pousada  D. Afonso II, sob a qual jaz a história da cidade através dos séculos. Querem ver?









Peças da idade do Bronze e moedas de várias épocas


A pousada oferece 35 quartos, tantos como teria o extinto convento, tendo sido reconstruída respeitando a antiga traça conventual, com os seus claustros e capela. Mas para além disso, a cave da pousada possui um verdadeiro tesouro histórico, como mostram as fotos anteriores
                                    O exterior da pousada,


De diferentes pontos do Castelo, o olhar encanta-se na paisagem, ora citadina, ora campestre, com os enormes campos de arroz (quando lá estive, ainda andavam a preparar os campos.)
Dentro das muralhas a Igreja de Santa Maria do Castelo, da qual mostrei acima o portal lateral de arco perfeito. Aqui na 1ª foto, temos o altar principal. Foi a primeira vez que vi numa igreja o altar principal sem sacrário. Lindo este púlpito.
Em cima, a capela do sacrário e em baixo a capela lateral que se adivinha na foto anterior por trás do púlpito.

Mas a cidade não oferece apenas o Castelo. Passeando pelas suas ruas encontramos outros motivos de interesse, como a Igreja de Santo António, a Igreja de Santiago, a Ermida do Senhor dos Mártires, ou o Museu de Arqueologia. No outro lado do rio, existe um belo parque para passear, do qual destaco um passeio de calçada portuguesa, com desenho das antigas embarcações do rio.



  Em Alcácer, não existem praias, mas a poucos kms temos as da Comporta, da Torre, do Carvalhal, da Raposa ou da Galé.

A esta hora, já devem estar cheios de fome. Vamos ver do que se compõe a gastronomia por aqui? Então temos como pratos típicos da região, ensopado de enguias, migas de pão, ou de batata, borrego assado no forno, coelho frito à S. Cristóvão, sopa e massa de peixe, arroz de choco e açorda.
Na doçaria as pinhoadas são rainhas, mas os rebuçados de ovos, a tarte de pinhão, as queijadas de requeijão, e o bolo real são também muito apreciados.
E depois, Alcácer do Sal, pertence às terras do Sado, de onde provêm vinhos de excelência.

E então? Vamos a Alcácer do Sal?








15 comentários:

  1. De Alcácer só conheço a marginal mas fiquei com interesse em passar uma noite na Pousada, graças a ti.
    A gastronomia local não me cativa...

    Um beijo e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Adorei este apontamento sobre Alcácer do Sal, amiga Elvira.
    Palavras e imagens.
    Obrigada.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  3. Mais uma dica p qdo eu for a Portugal, amiga.
    Sei que está passando por problemas nos olhos. Eu também estou. Mas pense que estou orando por vc e por mim e tudo vai dar certo, porque Jesus no comando e fé sempre curam!

    Beijos sabor carinho e um sábado de saúde e paz. Ficar feliz por pequenas coisas e sorrir fazem muito bem!

    Conte com essa sua amiga que está no Brasil querida amiga Elvira

    Donetzka

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde de paz, querida amiga Elvira!
    Um bonito lugar que iria visitae tambem pelas sobremesas que devem ser uma delicia.
    Gostei da praia com sua enorme extensao.
    O mar azul dai e um fascinio, amuga
    Tenha um final de semana abencoado, com saude.
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  5. Antigamente passava sempre por ela, de comboio, nas minhas idas e vindas ao Algarve, pelas férias.
    Bom domingo.
    Abraço
    ~~~

    ResponderEliminar
  6. Sempre de passagem, uma ou outra paragem esporádica e nunca visitei realmente Alcácer do Sal. Uma sugestão anotada, embora não a vá concretizar nestas férias.
    Bom domingo, Elvira!

    ResponderEliminar
  7. Mesmo demorando vir aqui neste espaço, mas, amo essas partilhas cheias de conhecimentos novos, de novas culturas para acrescer meus saberes.
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  8. gostei do passeio Elvira!
    realmente ja passei por essa vila, mas na estrada que segue o rio, não fui em visita,
    tem bastante para ser visto, e o nome é bem antigo e de origem árabe, antes devia ter outro nome ?!

    ResponderEliminar
  9. Não conheço mas fiquei com curiosidade de conhecer.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  10. Que legal Elvira, eu já tinha lido sobre ela aqui na blogosfera, mas você trouxe belos detalhes e historia. Muito boa apresentação e os pratos no final devem ser deliciosos.
    Grato amiga por nos levar a viajar pela bela terra.
    Meu abraço

    ResponderEliminar
  11. Acabou por dizer tudo... Um marco histórico, uma paisagem de cortar a respiração, em especial vista do Castelo/Pousada, uma gastronomia genial...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Hospedar-se numa pousada que já foi um castelo e um convento, deve ser no mínimo, algo bem interessante.
    Um abraço
    Sônia

    ResponderEliminar

ESTE ESPAÇO É MUITO ESPECIAL. POR FAVOR TORNE-O MAIS ESPECIAL DEIXANDO A SUA OPINIÃO. BOA OU MÁ NÃO IMPORTA. SÓ COM ELA EU POSSO MELHORAR.

ESTE BLOGUE NÃO OFERECE NEM ACEITA SELOS. AGRADEÇO O VOSSO CARINHO E A VOSSA COMPREENSÃO.

MUITO OBRIGADA E VOLTEM SEMPRE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...